Um valioso testamento

O exame do testamento do fundador da igreja matriz da Freguesia de Santa Rita, Manoel Nascentes Pinto, proporciona ao historiador uma envolvente aproximação à sociedade carioca do século XVIII no que tange aos seus valores, à religiosidade de sua gente e ao desenvolvimento urbano.

A localização do espaço geográfico no Rio de Janeiro da época, a utilização do documento para a comparação dos valores dos bens inventariados, como escravos e imóveis, constituem preciosas informações acerca de um período com escassos dados documentais.

O artigo Vêm a ter os testadores mais pragas que sufrágios: os últimos desejos de Manoel Nascentes Pinto († 1731) explora esses aspectos e levanta outras questões que merecem ulteriores aprofundamentos.

O artigo foi publicado na Revista do IHGRJ, edição de 2016.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.